Os chás da beleza: chá verde x hibisco

Investigamos os benefícios dos dois chás que encabeçam o time de infusões amigas da beleza – seja no emagrecimento ou no cuidado com a pele. A dica é incorporá-lo no seu ritual de cuidados

CHÁ DE HIBISCO

O SABOR: O sabor tem um leve azedinho, lembra um chá de morango. A cor, um rosa intenso, também agrada aos olhos.


Chá de hibisco (Foto: a Naturalíssima )

Chá de hibisco (Foto: a Naturalíssima)


A FONTE DE BELEZA: A infusão dos cálices da flor tem um alto teor de antocianinas, que são flavonoides com efeitos antioxidantes e diuréticos. Ou seja: “Esse chá tem ação contra os radicais livres, responsáveis pelo envelhecimento precoce, além de ser anti-inflamatório, combatendo a inflamação das células”, explica, à Naturalíssima, a médica nutróloga Marcella Garcez, diretora da Associação Brasileira de Nutrologia (Abran).

O chá de hibisco também é termogênico e, por isso, acelera o metabolismo sem efeito estimulante, auxiliando o processo de emagrecimento saudável. E tem mais: “É fonte de vitamina C, que é o principal fator nutrológico para o organismo sintetizar colágeno, auxiliando na manutenção do tônus da pele”, afirma a médica.

É perfeito para beber geladinho no verão. Experimente, ainda, adicionar um pouquinho de gengibre para aumentar o efeito termogênico. Fica uma delícia!

ATENÇÃO: esse chá é feito dos  botões do Hibiscus sabdariffa – que não é aquela flor de hibisco linda tão comuns jardins afora. Por isso, é sempre bom conferir o nome do rótulo.

CHÁ VERDE

O SABOR: É bem amargo. Para acostumar o paladar, faça o chá verde com outra erva fresca e de sabor mais suave, como hortelã ou erva-doce


Close up of a daisy

A FONTE DE BELEZA: fonte de cafeína, teofilina, teobromina, taninos, polifenóis, catequinas, gorduras, vitamina C e fluoreto, é o campeão de elementos que colaboram com a beleza.

É um potente termogênico, pois a cafeína e as catequinas presentes no chá verde aceleram o metabolismo e auxiliam na oxidação dos ácidos graxos. E é ótimo para combater o envelhecimento cutâneo: “Os polifenois do chá verde tem efeito fotoprotetor oral, auxiliando na prevenção dos danos causados na pele pela radiação UV”, explica a nutróloga. Duas xícaras por dia são o suficiente e logo após o preparo.

ATENÇÃO: por causa de seus componentes estimulantes, o consumo excessivo nos casos de hipertensão descontrolada, ansiedade, gravidez e amamentação deve ser evitado.

VALE PARA OS DOIS

Leve a água para ferver e assim que surgirem as primeiras bolhas de ar, antes de começar a ferver (2 colheres de s opa para 1 l de água, mais ou menos), de fato, desligue o fogo. Acrescente as ervas e abafe por 2 ou 5 minutos. Depois é só coar e beber.

O ideal é que toda infusão seja consumida logo após seu preparo, pois toda substância antioxidante pode reagir com radicais livres ambientais e oxidar. E deixe o açúcar longe da sua xícara de chá! Acostume o seu paladar!!

#chá #dicadebeleza #nutrição