Cosméticos limpos e naturais sem perfume e fragrâncias




Como explicamos aqui, o termo parfum\fragrance é usado para definir um conjunto de substâncias usadas para criar um aroma e pode ter origem sintética, natural ou mista. Logo, os impactos por trás do parfum em um produto pode variar muito. Mas para além deste ponto, precisamos refletir também: porque ter aroma adicional em tudo - sobretudo em um momento que se fala tanto de fórmulas minimalistas?!


O cheiro é um fator decisivo de compra no setor de cosméticos e higiene pessoal. E isso explica a necessidade\fissura da indústria em colocar fragrância em absolutamente todo tipo de produto: dos itens capilares aos corporais, sem deixar de fora as loções infantis e até maquiagem.


No caso da grande indústria convencional, isso significa fragrâncias sintéticas que podem envolver substâncias polêmicas, como o Liliol e Musk, entre outras, como explicamos aqui.


Já quando trazemos o tema para a seara dos cosméticos naturais, fica um pouco mais complexo de avaliar e responder a questão. Isso porque os óleos essenciais são amplamente utilizados e, ainda que pelo objetivo principal cosmético que eles oferecem, o fator fragrância é pensado junto.


Nove sugestões de cosméticos sem perfume



O interesse pelos cosméticos sem nenhum tipo de cheiro adicional (nem sintético, nem natural) ainda não é tão grande a ponto de mudar os rumos do mercado, mas não deve demorar a se fortalecer. E listo alguns motivos:


- Maior número de pessoas se percebendo com sensibilidade (inclusive a óleos essenciais, tão especiais na cosmética natural);

- A disseminação de informações sobre substâncias questionáveis por trás das fragrâncias da grande indústria;

- Fórmulas mais minimalistas. Se fala tanto no minimalismo, mas a verdade é que ele é praticado apenas quando tiramos os excessos. E qualquer coisa que não tenha uma função real (caso do cheiro artificial apenas com o objetivo de reforçar identidade do produto) pode ser considerada como tal;

- Aromaterapia x sustentabilidade: e se todas as grandes marcas começarem a usar óleos essenciais? Como teremos controle da rastreabilidade e manejo sustentável do solo, por exemplo? É possível escalar cosméticos com insumos naturais?


Por um lado a indústria tem desenvolvido fragrâncias mistas, que deve ajudar tanto as marcas convencionais quando as naturais e seguirem por um caminho realmente consciente e escalável. Mas ainda há um outro fator que é a preferência sensorial por fórmulas mais minimalistas, sem cheiro e cor.


Neste momento ainda são poucas as marcasque oferecem seus cosméticos "sem cheiro". A prova de que é o nicho do nicho é que muitos são até mesmo rotulados como "para grávidas". Listei algumas marcas e suas ofertas intencionalmente não perfumadas.


1- Creme Corporal Mãe, 200ml, R$ 165, da Almanati. Sem perfume e sem corantes. Orgânico, natural, vegano, cruelty-free e biodinâmico.


2-Hidratante zero, 150 ml, R$ 95, da Simple Organic. Vegano, cruelty-free e natural.


3-Hidratante Corporal Antioxidante, 250 ml, R$ 69, da Us Clean Cosmetics. Natural, cruelty-free e vegano.


4- Desodorante Hidratante, 50ml, R$ 49, da Souvie. Natural, cruelty-free, cruelty-free, vegano e com ingredientes orgânicos.


5- Creme Hidratante Bio, 150 ml, R$ 85, da Mustella. Natural com fórmula* sem insumo de origem animal.


6- Shampoo Sem Perfume Orgânico para Cabelos Normais 250ml, R$ 85. Natural, vegano e cruelty-free. Ambos da Urtekran, à venda no Brasil pelas lojas online Use Orgânico e Biouté. Natural, vegano e cruelty-free.