Argilas e o ciclo menstrual: as cores ideais para cada fase

A argila é um dos cosméticos mais antigos do mundo e seu uso medicinal pré-históricos. Há estudos que comprovam que conseguem realmente “puxar” o excesso de oleosidade e de toxinas do interior das glândulas sebáceas, como um efeito vácuo. Talvez, por isso, a prática de usá-la em cuidados estéticos resista aos séculos como um dos ingredientes  mais emblemáticos acerca do cuidado natural e terapêutico com a beleza.

“A hipótese que parece mais provável é que os diferentes metais e minerais que compõe cada argila resulta nos benefícios cosméticos específicos. Há muitos tipos: algumas absorvem substâncias hidrofílicas (como suor) outras absorvem moléculas lipossolúveis ( oleosidade).  E as do tipo Kaolin, que absorvem ambos os tipos de substâncias”, explica o farmacêutico Pedro Bretzke, diretor da Terramater, que possui uma gama de dezesseis cores tipo kaolin 

Embora cada cor possua um potencial cosmético, tanto a tonalidade quanto os benefícios são fruto da origem geográfica delas, que se formam durante longos período de tempo devido à degradação física gradual das rochas.

magnésio, por exemplo, tem a função de fixar os íons de potássio e do cálcio e de manter o gel celular, ou seja, auxilia na síntese das fibras do colágeno; já o ferro tem um tem papel importante para manter a pele resistente e com boa elasticidade. Já o alumínio tem ação cicatrizante e inibe o desenvolvimento de bactérias que podem provocar, por exemplo, espinhas.

Argilas e as fases do ciclo menstrual

Argilas e as cores: diferentes propriedades


Além de escolher a cor pelo encantamento, sabendo que o efeito purificante está garantido, e se escolhêssemos de acordo com as necessidades da pele em cada fase do ciclo feminino? É o que sugere uma pesquisa da Terramater , inspirada em um estudo do pesquisador francês Nicolas Guéguen que demonstrou  que as mulheres perto da ovulação mudam sua aparência para parecer mais atraentes. O nível de uso de cosméticos é mais alto nesta época.

A Mintel sugeriu que as rotinas de cuidados com a pele que “vão com o fluxo” e respondem às diferentes necessidades de cuidados pessoais ao longo do ciclo menstrual podem ser uma nova era de grande potencial para beleza e cuidados

A pesquisa da Terramater, então, girou em torno das fases do ciclo menstrual, para que chegassem a usos potenciais para as características de cada uma. Abaixo, conto as indicações de argila que a pesquisa, explicando um pouco do que acontece em cada ciclo baseada em referências como o livro “A lua Vermelha” (Miranda Gray). Ao final, indicações também para duas fases femininas importantes: gestação e menopausa.

Argila verde Terramater: equilibra a oleosidade


Argila na TPM

Nesta fase, a pele tende a ficar mais oleosa, gerando o aumento de produtos limpantes, como loções e sabonetes. Ao mesmo tempo, é possível sentir um maior cansaço. Sendo assim, as melhores argilas para esta fase são as que ajudam na limpeza e purificação.

Entram em cena as argilas preta e verde, as mais conhecidas pela potência desintoxicante equilibradoras do sebo. Para fazer a máscara: misture duas colheres (chá) de argila em um potinho de cerâmica louça e vá borrifando água filtrada aos poucos, até formar uma pasta homogênea. Aplique em todo o rosto, deixe agir por 20 minutos. Remova em água corrente.

Argila na fase menstrual

Com os níveis hormonais mínimos, o organismo está mobilizando toda a energia vital para eliminação de toxinas do endométrio. Já a pele fica mais seca e escamosa. Há a necessidade de equilibrar o PH para renovar o viço.  A argila dourada é a indicada. Motivo:  rica em oligoelementos como cobre e magnésio, elementos catalisadores para a base de colágeno da pele, reduz  inflamações e tem efeito adstringente. 

Se a pele estiver resistente e  sem irritações, além da máscara habitual, vale adicionar uma leve esfoliação. Faça a mascara misturando, aos poucos, a argila à água filtrada até formar uma pastinha homogênea. Aplique em todo rosto e fala movimentos circulares com as pontas dos dedos. Assim, há a renovação celular. Deixe por dez minutos e remova em água corrente.

Argila e a fase pré-ovulatória

A energia está com foco total em preparar o organismo para a chegada dos óvulos que estão amadurecendo para a fase fértil. Cuidar de si aproveitando a maior disposição para o mundo externo é uma boa pedida para esta fase. A fase seguinte será de desejo por  expressão e maior socialização. A pele pode ser preparada com a argila roxa, que faz uma ótima  nutrição mineral. Faça uma máscara facial de argila roxa ou dourada – se for possível, estenda a aplicação aos seios. A argila branca pode ser uma boa opção para um detox do couro cebeludo.

Argila e a fase da ovulação

Segundo a pesquisa de Guéguen, é nesta fase que o aumento por cosméticos anti-idade e procedimentos estéticos aumenta. E se na jornada dos cuidados naturais e sustentáveis os ingredientes naturais entram como protagonistas de trocas conscientes, as argilas podem resolver a expectativa por brilho, nutrição e maciez da pele de maneira minimalista e eficaz.  A argila Roxa é rica em eletrólitos (oligoelementos) que são cofatores e impulsionam a formação de colágeno e elastina. Se sentir vontade de fazer procedimentos, recorra à argila vermelha, que tem efeito tensor e ativa a circulação imediatamente suavizando linhas finas.

Argilas, gestação & menopausa

Gestantes e mulheres na menopausa também podem usar argilas


A argila, confirma Bretzke, é permitida durante a gestação, evitando, claro, o uso de óleos essenciais sem acompanhamento. Para esta fase, quando o aparecimento de melasmas é tão comum, vale se aliar à argila Branca, que tem comprovada ação clareadora de melasmas Já a argila rosa é ideal para peles sensíveis, pois acelera o equilíbrio da pele. 

Para a menopausa a argila roxa, claro, seria indicada, além da vermelha, que tem 173% de elasticidade. Para as peles sensíveis (+ 70 anos) a rosa e a branca são ideais.   

.Conteúdo patrocinado com Terramater, empresa nacional e primeira do mundo a fornecer argila como cosmético e ativo mineral. Possui uma gama de dezesseis cores de argila; é aprovada pela Anvisa e certificada por selos como ECOCERT, COSMOS ORGANIC, Eu Reciclo.

. Alguns estudos e refs científicas linkadas ao longo do texto.

#Argila #pele