Sustentabilidade e espiritualidade: conversa com Monja Coen

Monja  Coen é uma das líderes espirituais mais engajadas com as causas sociais e ambientais que nós temos. Budista, vive em São Paulo, é escritora, Youtuber, palestrante e está sempre a postos para conversar sobre temas relevantes para a evolução da humanidade. Essa entrevista exclusiva para o aNaturalíssima faz parte da série “Diálogos Regenerativos” publicada originalmente no igtv do nosso perfil no instagram e acompanha outras conversas com convidados que atuam em temas que dialogam com a sustentabilidade.

“O autoenvolvimento com todas as formas de vida será a grande mudança do século” – Monja Coen

Convidei Monja Coen para, entre outras perguntas, responder uma reflexão que movem as minhas escolhas. A relação entre sustentabilidade e espiritualidade. Porque tantas pessoas insistem em separar os dois mundos? Porque há uma crítica (superficial) há quem associa? Acredito, como ela, que um não existe sem o outro. Abaixo você confere o vídeo e também trechos escritos.


Diálogos regenerativos: entrevista com Monja Coen Por Marcela Rodrigues

 aN – Vivemos um cenário crítico de várias crises  – climática, as sociais… Qual a importante, neste cenário associarmos sustentabilidade a espiritualidade e vice-versa?

MC- A sustentabilidade e a espiritualidade. A espiritualidade e a sustentabilidade….Elas estão interconectadas; não existe uma coisa sem a outra. Quando eu estava fazendo meus estudos no Japão, uma das coisas que eu percebi foi exatamente isso. Falava-se muito, naquela época, sobre preconceitos e separações, e não só entre seres humanos, mas entre humanos e a vida natural, a vida silvestre. E nós temos que nos lembrar que nós somos a vida da Terra.

aN -A meditação é uma prática individual, mas que tem uma potência de cura coletiva enorme. Como a prática da meditação pode ajudar na regeneração do Planeta, e até melhorar nossas atitudes como seres humanos na terra.

MC- Conhecer a si mesmo é ir além de si mesmo. A frase do nosso fundador no Japão que diz isso;  estudar o caminho de Buda, o caminho da sabedoria, é estudar si mesmo. Mas estudar a si mesmo é esquecer-se de si mesmo. E esquecer-se de si mesmo  é ser iluminado por tudo que existe e nenhum traço permanece. Este primeiro Eu que a gente estuda é o grande Eu. É estudar a vida da Terra, todos os seres, inclusão total e absoluta.  E para isso você tem que esquecer o seu euzinho menor, a sua individualidade, o seus questionamentos pessoais, e das suas necessidades como se elas pudessem estar separadas do todo. Eu não conheço uma tesoura que me separe da realidade de toda a vida vida da terra. Meditar e entrar em contato consigo mesmo é entrar em contato com a vida do Planeta. E, portanto, é cuidar.

Esse  autoconhecimento e do auto-envolvimento com todas as formas  de vida será grande mudança do século. – Monja Coen

A meditação é o processo do autoconhecimento e do autodesenvolvimento – mas não é desenvolver, é  envolver-se com a vida, com a natureza, que é isso que somos. Nós somos a vida natural do planeta e temos a responsabilidade de cuidar, pois temos uma capacidade de sensibilidade e inteligencia um pouco diferente das outras espécies. Não melhor, mas única, pois cada especie é unica. E somos mantidos vivos de tudo que existe. Lembrar-se disso é fazer uma grande revolução social e politica e econômica. Eu acredito nisto e acredito como outras pessoas; com escreveu ( Yuval) Harari, que escreveu 21 lições para o séc 21, que quando ele descobriu a meditação, ele descobriu a resinificação da vida no planeta Terra. Esse  autoconhecimento e do auto-envolvimento com todas as formas  de vida será grande mudança do século.

Num âmbito mais prático, mas ainda pelo seu olhar pessoal, como podemos praticar a sustentabilidade no dia a dia de uma meneira leve

Podemos e em tudo. Quando você lava a louça na cozinha, a quantidade de detergente e água que você usa, se você usa detergentes que podem ser absolvidos (biodegradáveis) pela natureza. Você come comidas da estação ou congelados? É um momento importante falar de reflorestamento. Estamos vendo o que está acontecendo na amazônia. Vocês estão pensando no reflorestamento? A sustentabilidade está em tudo. Da maneira q você apaga a luz quando sai de um quarto e não desperdiça energia, quando pensamos na possibilidade de luz solar. E, meio dessa pandemia, é sair de máscara se tiver que sair; ficar em casa para não contaminar nem ser contaminando. Cuide de animais, tenha bichinhos na sua casa…Saiba respeitar a vida na sua pluralidade. Viver com valores e princípios, para vocês e seus descendentes.  Que todos os seres possam se libertar das amarras de um eu separados do individual e perceber que  somos a vida da Terra mantidos vivos pela energia solar que recebemos dos alimentos. Vamos cuidar.

. a primeira temporada da série Diálogos Regenerativos, publicada no igtv @anaturalissima, teve apoio de Weleda Brasil.

#entrevista #Espiritualidade #Meditação #Sustentabilidade