Prazer, inverno: hábitos para cultivar bem-estar na temporada de frio



O frio carrega um clima reflexivo, introspectivo, mais yin do que yang. O intestino, a pele, as emoções...sentimos de muitas formas. O ponto de equilíbrio está em criar aconchego - físico e mental. Nem sempre é fácil. Mas se respeitar os ciclos da natureza (e os nossos) é uma atitude sustentável por si só, vale à pena.


Para um inverno com bem-estar integrativo, uma míni curadoria de ideias - entre rituais, atitudes e produtos- para embalar a temporada.



1. Alimentação & inverno




Os mingaus são especialmente acolhedores no café da manhã dos dias mais frios. Originalmente feitos com leite e cereais, ganham versões conscientes e ainda mais nutritivas com leites vegetais e especiarias que elevam o status de comida à terapia: curcuma, gengibre, canela e cardamomo, além de conferir sabor e aromas envolventes, aquecem o agni, o fogo digestivo. Um mingau vegano & terapêutico sempre cai muito bem acompanhado de um chá. Frutas (maça, pera, banana...) cozidas são outras opções, sendo bem-vindas também no lanche da tarde.


2. Chás e outras bebidas especiais no frio


Chás de gengibre, erva-doce e hortelã cumprem o papel de equilibrar a temperatura corporal, cuidam de manter o agni ativo e convidam a um ritual de calma. No final do dia, um golden milk (leite de gastanhas e curcuma) cai muito bem e até ajudam a evitar a fissura por doces - tão comum nesta época. E, para aterrar, garantir muitos antioxidantes e um sabor do chocolate de maneira genuína, um despertar com o cacau medicinal também é pura energia.


3. Mais do que tendência: tricôs que abraçam


No frio a roupa tem um papel para além do vestir: criam aconchego de fora para dentro. abaixo, inspirações no Slow Fashion nacional. E sempre que possível, enalteçam artesãs e criadores locais.


4. Coloque a oleação corporal como um ritual matinal




Prática ayurvédica chamada de abhyanga, trata-se de fazer uma leve automassagem com óleo vegetal aquecido (em banho-maria) em todo o corpo. Depois é possível fazer algum exercício e remover no banho. Semente de uva, girassol e gergelim são bem-vindos nesta época do ano. Ao longo do dia, para completar o skincare nutritivo de inverno, aposte em hidratantes conscientes, com manteigas, ceras e óleos vegetais.


5. Para respirar melhor: óleos essenciais para o Inverno e pranayamas


Canela e gengibre para aquecer corpo-mente e afastar a preguiça com energia de ação! Laranja-doce também afasta o desânimo. Eucalipto e hortelã- pimenta para aliviar congestão nasal. Eles podem ser usados no difusor de ambientes ou inalados em momentos pontuais do dia a dia. Assim, a aromaterapia é uma amiga da respiração, da imunidade e da energia no frio.


A prática de pranayama (técnicas respiratórias) ajudam não só a conectar corpo e mente no momento presente, mas fortalecem a capacidade dos pulmões e melhoram o fluxo respiratório. Algumas, como a Nadi Shodana (respiração das narinas alternadas), tem um papel especial em equilibrar as polaridades e isso também se traduz no equilíbrio da temperatura.


6. Aposte em rituais que aquecem de fora para dentro também



Podemos buscar na sabedoria popular, práticas que aquecem o corpo de fora para dentro, fortalecem a imunidade e relaxam. Um bom escalda-pés tem uma potência curativa e detox no final de um dia - basta um punhado de sal de epson, algumas ervas, como camomila, manjericão, alecrim....e colocar com água morna\quente em uma bacia. Ainda no espírito herbal, a sauna facial botânica é um ritual que ajuda a aliviar a congestão nasal, relaxa as emoções e ainda nutre a pele.


7. Beba água, tome sol, alongue




Alguns hábitos são universais para um bem-estar integrativo em qualquer estação. No inverno, no entanto, costumam ser deixados de lado: beber água para hidratar, sol para garantir não só Vitamina D, mas prazer. Mexer o corpo é essencial para manter as emoções também em movimento. Logo cedo, alongue.


No seu ritmo, sem pressa: prazer, Inverno.